Participaram da formação do município imigrantes italianos, poloneses e alemães.

Os primeiros colonizadores instalaram-se em São José do Mauá, por volta de 1912.

A colonização efetiva as margens do rio Uruguai se deu a partir de 1918.

A criação do município de Porto Mauá, que se originou dos municípios de Tuparendi e Tucunduva, aconteceu no dia 20 de março de 1992 e a instalação oficial, em 1° de janeiro de 1993.

A população do município é de 2.963 habitantes, com área ocupacional de 110,5 Km.

Localizada na Fronteira Noroeste, possui relevo com grandes áreas planas e onduladas nas áreas próximas ao rio, a hidrografia, Rio Uruguai e seus afluentes, os rios Santa Rosa e Santo Cristo, a vegetação de clima temperado, rica em variedades de madeira de lei, o clima é mesotérmico, tipo temperado, com verões quentes e chuvas regulares, a economia esta alicerçada na agricultura, soja, milho, frutas, na pecuária com gado leiteiro, comércio com porto fluvial sobre o rio Uruguai, o transporte, a RS 344 liga o município ao resto do Rio Grande do Sul. Sobre o rio, barcas e lanchas fazem o transporte de passageiros e mercadorias entre Porto Mauá e Alba Posse. Na área da Educação o município possui três escolas municipais de 1° grau incompleto, localizadas em zona rural, cinco escolas estaduais e uma creche Municipal que atende 28 crianças.

Na área da saúde possui, ambulatório municipal, com médico, enfermeira, odontólogos e atendentes. Possui gabinete dentário, consultório médico, farmácia, sala de vacinas, de curativos, de recuperação e de enfermagem.

Há quase setenta anos a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes atrai milhares de fiéis para a procissão nas águas do Rio Uruguai. Esta devoção nasceu após a cheia de 1930, quando dois balseiros em perigo nas águas fizeram promessa de doar uma imagem da Santa à comunidade.

Desde então, Nossa Senhora dos Navegantes tornou-se também a padroeira de Porto Mauá.